Itapimarin, Castello mountains, Porro do Frayle & C. (1825-1826)
30/10/2017
Catálogo: Documentos da Coleção Brasiliana
30/10/2017
 
[quads id="1"]
 
 

Esta imagem, cujo título traduzido para o português é Índio do Espírito Santo, faz parte do acervo da Coleção Brasiliana, agora disponibilizado através do site: http://www.brasilianaiconografica.art.br/.

O autor da imagem, Charles Landseer, foi um pintor, desenhista e aquarelista inglês. Concluiu seus estudos na Real Academia de Artes, de Londres, em 1816, onde onde foi contemporâneo de Augustus Earle, que ficaria famoso por ter sido o desenhista do pesquisador Charles Darwin, no primeiro trecho de sua viagem exploratória. Na Real Academia de Artes tornou-se membro associado em 1837, acadêmico em 1845 e reitor de 1851 a 1873. Em 1825 chegou ao Rio de Janeiro, afiliado à missão diplomática britânica chefiada por Sir Charles Stuart encarregada de negociar o reconhecimento do novo Império do Brasil. Permaneceu no Brasil de julho de 1825 a maio de 1826. Executou mais de trezentos desenhos a bico de pena, lápis, carvão, bem como aquarelas e sépias, fixando paisagens e personalidades.

 
 

Informações

Indian of Espirito Santo. Desenho em grafite, aquarela e guache sobre papel.; 20,5 x 18,3 cm. - 1825-1826 - Charles Landseer. Pert.: Coleção Brasiliana.
TÍTULO Indian of Espirito Santo
TÍTULO ALTERNATIVO Indio do Espírito Santo
DESENHISTACharles Landseer
DATA DE PUBLICAÇÃO 1825-1826
PERÍODOSéculo XIX - Primeiro Império, 1822-1831
TÉCNICA grafite, aquarela e guache sobre papel
DIMENSÕES DO SUPORTE 20,5 x 18,3 cm
TIPO DE OBRADesenho
ASSUNTO Expedições - Missão Stuart
LOCAL RETRATADO Região Sudeste - Espírito Santo
ACERVO Acervo de Iconografia / Instituto Moreira Salles
IDENTIFICAÇÃO 1838
Fundação Estudar. Doação da Fundação Estudar, 2007 / Acervo da Pinacoteca do Estado de São Paulo, Brasil. Coleção Brasiliana
Disponível online em: http://www.brasilianaiconografica.art.br/obras/19386/indian-of-espirito-santo
 
 
[quads id="2"]
 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto:
//]]>