20/03/1650: Carta para os officiaes da camara da villa de São Paulo na occasião dos navios da Companhia Geral em que se pede o Donativo voluntário

14/06/1650: Carta para os officiaes da Camara da Villa de São Paulo
06/08/2016
20/03/1650: Carta para os officiaes da Camara da Villa de São Vicente na occasião dos 3 navios da Companhia Geral, em que se pede o donativo voluntario
07/08/2016
Exibir tudo

20/03/1650: Carta para os officiaes da camara da villa de São Paulo na occasião dos navios da Companhia Geral em que se pede o Donativo voluntário

 
[quads id="1"]
 
 

Em outra occasião escrevi [Conde de Castelo Melhor, João Rodrigues de Vasconcelos e Sousa] a Vms. por via do Espirito Santo para lhes ser presente minha vinda a este Estado: Nesta o faço só para começar a dever a Vms. os motivos que desejo ter para lhes prestar, e fazer todo o favor. Esta praça se acha em o maior aperto, que pode ser o mesmo conceito que Vms. podem fazer de sua miséria occasionada com os accidentes que a Vms. são bem notórios; e não tendo a fazenda Real com que acudir como convém ás despesas destes presídios têm seus moradores muito menos com que a remediar. Lembra-me que quando nesta praça estive de outra vez foi grande a opinião que commigo grangearam os dessa capitania por sua liberalidade zelo e amor com que se desentranhavam para dar a Sua Magestade (Deus o guarde) estando então esta Coroa em poder de Castella) quantos mantimentos vi vir dessas partes para esta praça, e este conhecimento junto a esta necessidade, me obrigaram a valer-me agora no governo próprio daquelles mesmos, que louvava no alheio tendo a differença de um REI natural a que devem fazer maiores serviços. Espero que tenham ainda aquelle animo quando vêm agora dobradas causas para o accrescentar. Ao capitão-mor dessa capitania encommendo, que com os officiaes da câmara de cada villa façam um pedido voluntário para soccorrer esta praça. Vms.se sirvam tomar a sua conta o dessa villa e ajudal-o de maneira que veja eu que excedem os vizinhos delia a si próprios só por me ajudarem a mim, e fazerem este particular serviço a Sua Magestade que Deus guarde a quem eu o representarei com muito cuidado. E estejam Vms. seguros que tudo quanto obrarem serão disposições para lograrem grandes mercês de sua Grandeza e no que esse povo contribuir façam Vms. ter a devida advertência para que se não descaminhe. Guarde Deus a Vms. Bahia e Março 20 de 1650.

 
 
BIBLIOTECA NACIONAL. Documentos Históricos: 1648-1661 - Correspondência dos Governadores Gerais - Conde de Castello Melhor, Conde de Athouguia, Francisco Barretto (Vol. III). Rio de Janeiro: Augusto Porto & C., 1928. pp. 39-40.
Acervo Biblioteca Nacional
Não há.
 
 
[quads id="2"]
 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto:
//]]>