13/09/1719: Patente do posto de Tenente da Fortaleza de Nossa Senhora do Carmo da Capitania do Espírito Santo provido em Gomes d’Ávila de Mendonça

09/11/1717: Provisão da serventia do oficio de Provedor das fazendas dos defuntos e ausentes da Capitania do Espírito Santo concedida a Valério da Rocha Banhos
13/06/2016
06/12/1720: Para os Capitães-mores da Capitania do Espírito Santo, João de Velasco, e Molina; de Pôrto Seguro, Felipe Cordeirod e Medina; e dos Ilheus Pascoal de Figueiredo
13/06/2016
 
[quads id="1"]
 
 

Sancho de Faro e Sousa, Conde do Vimeiro, do Conselho de Sua Majestade que Deus guarde, Governador e Capitão Geral do Estado do brasil, etc. Porquanto convem ao serviço de Sua Majestade que Deus guarde criar de novo o posto de Tenente da Fortaleza de Nossa Senhora do Carmo da Capitania do Espírito Santo, e provê-lo em pessoa de valor, satisfação, e prática na disciplina militar; tendo eu consideração ao bem que estas partes concorrem da de Gomes d’Ávila de Mendonça e a boa informação que o Capitão-mor da dita Capitania me fez da sua capacidade; esperando dele que nas obrigações que lhe tocarem do dito posto se haverá muito conforme a confiança que faço do seu procedimento. Hei por bem de o eleger e nomear (como pela presente elejo e nomeio) Tenente da referida Fortaleza de Nossa Senhora do Carmo da Capitania do Espírito Santo, para que o seja, use, e exerça com todas as honras, graças, franquezas, preeminências, privilégios, isenções, e liberdades que lhe tocam, podem, e devem tocar aos mais Tenentes das Fortalezas deste Estado e Reino de Portugal. Pelo que ordeno ao Capitão-mor da Capitania do Espírito Santo lhe dê a posse, e juramento de que se fará o assento que é estilo nas costas desta; e aos Oficiais maiores e menores de guerra e milicia deste Estado o conheçam, honrem, estimem, e reputem por Tenente da dita Fortaleza; e aos soldados e artilheiros, que a ela forem de guarda ordeno outrossim cumpram, e guardem suas ordens de palavra e por escrito tão pontual e inteiramente como devem e são obrigados. Para firmeza do que mandei passar a presente sub meu sinal e selo de minas armas, a qual se registará nos livros da Secretaria do Estado, e nos da Fazenda Real daquela Capitania a que tocar. João de Sousa de Matos a fez nesta cidade do Salvador baía de Todos os Santos em os 13 dias do mês de Setembro ano de 1719. Gonçalo Ravasco a fiz escrever. – O Conde do Vimieiro.

Carta-Patente do posto de Tenente da Fortaleza de Nossa Senhora do Carmo da Capitania do Espírito Santo que Vossa Excelência teve por bem criar de novo, e prover na pessoa de de Ávila de Mendonça pelos respeitos acima declarados.

Para Vossa Excelência ver.

 
 
DOCUMENTOS Históricos. Cartas, Alvarás, Provisões e Patentes. 1716-1720. Vol. XLIII. Rio de Janeiro: Biblioteca Nacional. 1939, p.316-317.
Acervo Biblioteca Nacional
Não há.
 
 
[quads id="2"]
 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto:
//]]>