12/09/1650: Carta para o Sargento maior Feliciano Salgado capitão-mor da capitania do Espirito Santo
11/08/2016
Planisfério de Cantino (1502)
11/08/2016
 
[quads id="1"]
 
 

Pela satisfação que tenho dos serviços, e merecimento do capitão Manuel da Rocha de Almeida, me pareceu envial-o por capitão-mor dessa Capitania: espero de suas obrigações, e procedimento, que dê a VMs. grande motivo, não só de estimarem sua pessoa, e governo, mas de me agradecerem a eleição que delia fiz, para lhe encarregar a segurança dessa praça e conservação de seus moradores, a quem desejo fazer em tudo favor e ver muitas felicidades.

Viram-se os papeis que se remetteram contra o capitão Manuel de Almeida do Canto: e não foram as culpas de qualidade, que não seja bastante castigo para ellas o tempo que ha, que está preso nesta cidade, suspenso de sua companhia e com maiores despesas, que as que pode supprir um soldado sem fazenda. Nesta consideração o absolveu a justiça e eu o mando restituir a seu cargo.

Delle confio que se haja, daqui em diante, de maneira que se me não repitam queixas suas: e quando reincida (o que não espero) a tudo mandarei dar remédio. O que importa, é que assim com o capitão-mor, como com elle . . . .jam VMs. e unam de modo que se logre com acerto tudo o que nessa Capitania for conveniência do serviço Real e quietação de um povo a quem Sua Magestade (Deus o guarde) estima tanto: porque em se conformarem consiste seu maior augmento, e defensa; e mais necessariamente, quando as occasiões do Inimigo são hoje tão contingentes em qualquer praça do Estado: E não pode nessa haver maior perigo, que a divisão dos sujeitos a cujo cargo está o conserval-a: Mas do zelo de VMs. me seguro toda a demonstração, e cuidado com que devem acudir a esta sua mais principal, e mais publica obrigação. Guarde Deus a VMs. Bahia, e Setembro 12 de 1650. Conde de Castelmelhor.

 
 
BIBLIOTECA NACIONAL. Documentos Históricos: 1648-1661 - Correspondência dos Governadores Gerais - Conde de Castello Melhor, Conde de Athouguia, Francisco Barretto (Vol. III). Rio de Janeiro: Augusto Porto & C., 1928. pp. 81-82.
Acervo Biblioteca Nacional
Não há.
 
 
[quads id="2"]
 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto:
//]]>