11/03/1648: Carta para o Capitão-mor e officiaes da Câmara da Capitania do Espirito Santo

11/07/1661: Carta para Sua Magestade acerca dos presos que mandou Salvador Corrêa a esta praça
28/10/2016
13/06/1648: Carta para o Desembargador Manuel Pereira Franco
28/10/2016
Exibir tudo

11/03/1648: Carta para o Capitão-mor e officiaes da Câmara da Capitania do Espirito Santo

 
[quads id="1"]
 
 

Por justas considerações que foram presentes a Sua Magestáde que Deus guarde se resolveu amandar impor um novo direito nos assucares e mais drogas deste Estado para se formar, e conservar nelle uma armada que o defenda de toda a –[1] que o Inimigo pretenda tentar em suas praças e me ordenou expressamente que tanto que chegasse a esta o assentasse logo; e o fizesse assentar em todas as mais Capitanias do Brasil para o ir fazer nessas do Sul elegi a pessoa do desembargador Manuel Pereira Franco Ouvidor Geral que foi deste Estado e sujeito de que faço muita conta e lhe mandei dar copia do Regimento que aqui dei aos officiaes do novo direito para que na forma . . . . . . . ca a mesma recadação na Cidade do Rio de Janeiro e nessa Villa: pelo que tanto que chegar, e der a V. Ms. esta carta V.Ms. com elle assentem logo o novo direito e façam observar o Regimento delle assim e da maneira que aqui se fez o que seja emquanto Sua Magestade não mandar o contrario: Outras diligencias mais leva a seu cargo o Desembargador e V.Ms. cada um pela parte que lhe toca lhe dê para ellas o favor necessário. E em tudo espero que V. Ms. obrem de maneira que tenha eu muito que lhes agradecer, e Sua Magestade em lh’o eu representam do de que se dar por bem servido de V. Ms, a quem Deus guarde. Bahia 11 de março de 1648 annos.

 
 
BIBLIOTECA NACIONAL. Documentos Históricos: 1648-1672 - Correspondência dos Governadores Gerais - Conde de Castello Melhor, Conde de Athouguia, Francisco Barretto (Vol. IV). Rio de Janeiro: Augusto Porto & C., 1928. pp.429-430.
Acervo Biblioteca Nacional
[1] Há um espaço em branco no original.
 
 
[quads id="2"]
 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto:
//]]>