09/11/1717: Provisão da serventia do oficio de Provedor das fazendas dos defuntos e ausentes da Capitania do Espírito Santo concedida a Valério da Rocha Banhos

07/11/1717: Provisão da serventia do ofício de Ouvidor da Capitania do Espírito Santo concedida a Manuel Rodrigues Calassa
13/06/2016
13/09/1719: Patente do posto de Tenente da Fortaleza de Nossa Senhora do Carmo da Capitania do Espírito Santo provido em Gomes d’Ávila de Mendonça
13/06/2016
 
[quads id="1"]
 
 

Dom João por graça de Deus, Rei de Portugal etc. Faço saber aos que esta provisão virem, que tendo respeito a Valério da Rocha Banhos, me representar lhe fizesse mercê mandar passar provisão para continuar a serventia do ofício de Provedor dos defuntos e ausentes da Capitania do Espírito Santo que se achava vago: porquanto nele suplicante concorriam os requisitos necessários para a exercer. E visto o que sobre este requeri­mento informou o Capitão-mor da mesma Capitania tendo ouvido os oficiais da Câmara da Vila da Vitória da sua capacidade: esperando do dito Valério da Rocha Banhos, que daqui em diante, se haverá muito como deve, guardando em tudo o meu serviço e o direito às partes. Hei por bem, e lhe faço mercê de o prover da serventia do dito oficio, por tempo de um ano, não tendo crime algum, enquanto eu não mandar o contrário, e com haverá o ordenado, se o tiver, e todos os mais próis, e precalços que direitamente lhe pertencerem . Pelo que ordeno ao Capitão-mor o tenha assim entendido, e aos oficiais da Câmara da dita Vila, lhe deem a posse, e juramento de que se fará o assento que é estilo, nas costas desta, e porque constou por certidão do Escrivão das meias anatas haver pago oitocentos réis, que se carregaram a folhas …. do livro que serve com o Tesoureiro Geral deste Estado, Simão Alves Santos, lhe mandei passar a presente, da qual pagará na Chancelaria o que conforme ao seu regimento dever à minha Real Fazenda, e satisfeito este direito, se registará nos livros da Secretaria do Estado, sem o que não terá efeito esta provisão, e nos mais a que tocar: e se guardará, e cumprirá tudo pontual e inteiramente como nela se contem, sem dúvida, embargo, nem contradição alguma. João de Sousa de Matos a fez nesta cidade do Salvador, Baia de Todos os Santos, em os nove dias do mês de Novembro. Ano de mil setecentos, e dezessete. Pagou desta 1600 réis na forma do Regimento da Secretaria do Estado do Brasil. Gonçalo Ravasco Cavalcante e Albuquerque a fiz escrever. Marquês de Angeja.

Provisão por que Vossa Majesta­de fez mercê prover a Valério da Rocha Banhos da serventia do oficio de Provedor das fazendas dos defuntos e ausentes da Capitania do Espirito Santo, por tempo de um ano, não tendo crime algum; pelos respeitos acima declarados. Para Vossa Majestade ver. Antônio Sanches Pereira. Selo. Pagou na Chancelaria seiscentos, e quarenta réis. Baia e Maio sete de mil setecentos, e dezessete. Ferreira. Pagou somente quinhentos e quarenta réis.

 
 
DOCUMENTOS Históricos. Provisões, 1717. Vol. LII. Rio de Janeiro: Biblioteca Nacional. 1942, p.224-226.
Acervo Biblioteca Nacional
Não há.
 
 
[quads id="2"]
 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto:
//]]>