08/04/1659: Carta para o Capitão-mor da capitania do Espírito Santo João de Almeida Rios

31/05/1658: Carta para o Provedor da fazenda da Capitania do Espírito Santo
24/10/2016
08/04/1659: Carta para o Capitão-mor do Espírito Santo João d’Almeida Rios
24/10/2016
 
[quads id="1"]
 
 

Por carta de 4 de Janeiro me dá VM. conta das revoluções que houve nessa Capitania sobre a nova eleição dos officiaes da câmara e mandando ver pelos ministros da Relação os papeis com que VM. quiz justificar o que se tinha obrado com parecer de todos se deu sentença contra o disposto por VM. porque não lhe tocava mais que socegar os tumultos do Povo e não seguir sua errada opinião pois de ordinário se dirige em damno da mesma Republica que não pode encontrar as Ordenações do Reino e quando a eleição que fez o ouvidor conforme o disposto pela lei não fosse ajustada esta dispõe meios para buscar recurso nos Ministros que Sua Magestade poz neste Estado para fazer justiça a seus vassallos o ouvidor se deve restituir, logo a seu officio. E fique VM. advertido que nao pode tirar os postos providos por este Governo nem provel-os sem ordem que tenha para isso e quando tenham culpas se me devem remetter justificadas para que mande o mais conveniente.

Os filhos do Arancedo (ouvidor me remetta VM. presos na primeira occasião com as culpas que houver delles para os castigos por ellas) se o merecerem. E para o mais tocante aos officiaes da Câmara que hão de servir este anno se governará pela disposição das leis e conforme a sentença que se deu nesta Relação e não consinta VM. se faça o contrario do que dispõe o Tribunal porque se procederá contra VM. a quem Deus guarde.

Bahia e Abril 8 de 1659. Francisco Barretto.

 
 
BIBLIOTECA NACIONAL. Documentos Históricos: 1648-1661 - Correspondência dos Governadores Gerais - Conde de Castello Melhor, Conde de Athouguia, Francisco Barretto (Vol. III). Rio de Janeiro: Augusto Porto & C., 1928. pp.413-414.
Acervo Biblioteca Nacional
Não há.
 
 
[quads id="2"]
 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto:
//]]>