02/12/1675: Carta de Sua Alteza sobre se ajustar com Francisco Gil de Araujo o negócio do descobrimento das minas das esmeraldas da Capitania do Espírito Santo

11/11/1675: Sôbre o que escrevem José Gonçalves de Oliveira, capitão da capitania do Espirito Santo, acêrca da jornada das minas de esmeraldas por que se ficara apresentado, e sôbre o que também escrevem os oficiais da Câmara a mesma capitania e o donatário dela, Francisco Gil de Araújo e vão as cópias dos papéis que se acusam
03/06/2016
05/12/1675: Carta de Sua Alteza sobre se dar a José Gonçalvez de Oliveira, Capitão-mor da capitania do Espírito Santo alguas cousas dos seus armazéns para a jornada da Serra das Esmeraldas
03/06/2016
 
[quads id="1"]
 
 

Visconde amigo. Eu o Príncipe vos enviu muito saudar. Pelas Provisões e Ordens que aqui mandei passar a José Gonçalves de Oliveira, Capitão da Capitania do Espírito Santo que por vossa ordem vai à sua custa ao descobrimento da Serra das Esmeraldas da dita Capitania entenderei as mercês que fui servido fazer aos que o hão de acompanhar nesta jornada e descobrirem minas de esmeraldas sendo o mineral fixo e de sorte que redunde em benefício desta Coroa e se receber uma Carta de Francisco Gil de Araujo, Donatário da dita Capitania, estando já passadas as ditas ordens em que se oferece mandar fazer o dito descobrimento à sua custa, queixando-se do dito Capitão José Gonçalves lhe não fazer saber a jornada do dito descobrimento; me pareceu ordenar-vos que chamando a Francisco Gil de Araujo ajusteis com ele o negócio do descobrimento das ditas Minas e quando ele o queira mandar fazer na conformidade das ordens que estão passadas a Gonçalves de Oliveira terão efeito nas pessoas de Francisco Gil de Araújo mandar a este descobrimento, fazendo-se à sua custa e praticando-se com ele as mesmas mercês que estão concedidas pelas ordens referidas, com obrigação que mandará fazer a dita jornada no mês de Abril do ano que vem como José Gonçalvez aponta por se não perder a ocasião e os mais aprestos que representou ter prevenido para entrar no dito mês de Abril e não se acomodando o mesmo Francisco Gil nas mercês que tenho concedido e na brevidade do tempo terão então efeito as que estão passadas a José Gonçalvez e lhe dareis as mais ordens que lhe forem necessárias ordenando-lhe que vá fazer a dita jornada e que o possam acompanhar aquelas pessoas que o quiserem fazer. Escrita em Lisboa a 2 de Dezembro de 675. Príncipe. Conde de Val de Reis. Para o Governador e Capitão Geral do Brasil. Bernardo Vieira Ravasco.

À Margem: Na conformidade da Carta de Sua Alteza de 5 de Dezembro de 675 e aceitação do Donatário e Governador da Capitania do Espírito Santo feita em 3 de junho de 676 lhe pertence esta carta retro-escrita e nessa forma se cumpra e se registe tambem nos livros da Câmara e Fazenda daquela Capitania. Bahia e Junho 10 de 1676.

Agostinho de Azevedo Monteiro. Alvaro de Azevedo. Antonio Guedes de Brito

 
 
DOCUMENTOS Históricos. Cartas Régias 1667-1681. Vol. LXVII. Rio de Janeiro: Biblioteca Nacional. 1945, p.179.
Acervo Biblioteca Nacional
Não há.
 
 
[quads id="2"]
 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto:
//]]>