Geographica demõstração da Capitania do Espirito Santo até a ponta da Barra do rio doçe no qual parte cõ Porto Seguro… (ca. 1627)
21/09/2017
Brasilia (1624)
24/09/2017
 
[quads id="1"]
 
 

Este mapa encontra-se nas Taboas geraes de toda a navegacãoo / divididas e emendadas por Dom Ieronimo de Attayde com todos os portos principaes das conquistas de delineadas por Ioão Teixeira cosmographo de Sua Magestade, anno de , de , o Velho. Ele pertence à Divisão de Geografia e Mapas da Biblioteca do Congresso em Washington, Estados Unidos da .

Os topônimos presentes no mapa são:

  1. forte de são marcos
  2. Vila uelha
  3. Morro de yoão moreno
  4. Villa da Vitoria
  5. forte de são Miguel
  6. Baixa
  7. ponta do Tubarão

Este atlas hidrográfico foi adquirido em 1681 por Dom Francisco de Seixas y Loverna, Capitão de Mar e Guerra da Real espanhola. A aquisição foi em data muito próxima à fundação da colônia de Sacramento (1680). Cortesão e Mota notam a proximidade dos acontecimentos e do conflito político entre Portugal e que resultou da fundação de Sacramento. Loyerna escreveu um texto nas primeiras folhas sobre como, neste atlas, os portugueses tentaram enganar os espanhóis, empurrando a Linha de Tordesilhas para o oeste e garantindo a posse da foz do , assunto que discuti anteriormente[1].

Tanto o Atlas Hidrográfico quanto o Estado do Brasil de 1631 foram encomendados por Dom , então donatário da de Ilhéus, para a qual são dedicadas diretamente duas cartas, aparentemente com a ideia de atrair pessoas e dinheiro para suas terras. Algumas cartas se destacam, como a de , por mostrar os conflitos entre e portugueses durante a ocupação do nordeste da América.

Este mapa é um pequeno quadro (suas dimensões são 11,4x10cm) de uma grande página das Taboas Gerais de toda a Navegação, que pode ser vista abaixo:

 
 

Informações

Porto do Spirito Santo, no estado do Brasil. Em altura de 20 Graus e 1/4. – [Escala ca 1:190 000]. – 1630. – 1 mapa em 1 bifólio : ms., color., papel ; 11,4x10cm, em folha de 33,8x46cm In: Taboas geraes de toda a navegacãoo / divididas e emendadas por Dom Ieronimo de Attayde com todos os portos principaes das conquistas de Portugal delineadas por Ioão Teixeira cosmographo de Sua Magestade, anno de 1630. – Fol. 4. - João Teixeira Albernaz, o Velho. - Pert.: Divisão de Geografia e Mapas da Biblioteca do Congresso em Washington, Estados Unidos da América..
[1] “Primeramente eneste Primero Mapa se demuestra Por los Portugueses la demarcacion delas conquistas entre las dos Coronas el qual Mapa es el que ordinariamente ensenan enlos Congresos quese na oferecido y ofrecen entre Castilla y Portugal para por médio del enganar los Ministros Portugueses a los Castellanos porque eneste dicho Mapa introducen los Portugueses el engano sacando la tierra del brasil çien léguas mas al oriente delo que deve estar para por este médio meter em su demarcaçion el Ryo dela Plata que no esta enla dellos porque em la distancia que ay dela costa mas immediata del Brasil ala de Malagueta em Guinea por la escala del dicho mapa ay de distançia dela vna ala outra costa quatrocentas y diez léguas y asi enenando los Portugueses açia el oriente”. Cortesão& Mota, 1987 (IV), p. 113.

Analisado em: As representações cartográficas da Capitania do Espírito Santo no século XVII, de Fabio Paiva Reis.
Biblioteca do Congresso em Washington, Estados Unidos da América.
Catálogo online: https://www.loc.gov/resource/g3200m.gct00052/?sp=7
 
 
[quads id="2"]
 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto:
//]]>