Planta, e prospecto do Forte de S. Franco. Xavier da Barra (1801)

Aldeamentos jesuítas na capitania do Espírito Santo: ocupação colonial e ressignificação da etnicidade indígena entre os séculos XVI e XVIII (Artigo)
10/09/2016
Planta da Fortaleza do S. João (1801)
19/09/2016
Exibir tudo

Planta, e prospecto do Forte de S. Franco. Xavier da Barra (1801)

 
 
 

Sobre esta fortaleza, é possível ler o seguinte em relatório de Dionísio Carvalho de Abreu, de 1724:

Fortaleza da Barra de São Francisco Xavier: em forma de círculo, situada na barra da baía do Espírito Santo, possuindo nove peças de artilharia, sendo uma de calibre dezesseis e as restantes de calibre oito. Havia mais duas peças desmontadas e a murada estava bastante danificada.

Nesta imagem, abaixo das figuras, há a seguinte legenda:

Planta e Prospecto do Forte de S. Fran.co Xavier da Barra da Capitania do Espirito Santo sobre a marinha no lugar chamado Paratininga, da parte do Sul ao entrar pello Rio, sobre a rocha viva, sem que os mares cheguem a sua muralha, Separado huma legoa da Villa da Vitoria, pella sua espalda [de encosto por detrás] fica a Villa do Sp.o S.to que deu nome a Capitania toda. Na 1ª Figa se ve que he circular, onde A., mostra a rampa que sobe para elle. B., Ponte, C,, Transito em q.e esta o Corpo de Guarda., D quartel para a guarnição E,, Caza da Palamenta. F Prisão e por sima dellas duas casas he a rezid.a do Cap.am G,, Casa de Polvora, H Explanada com 11 Pessas de ferro, e huma fora da Fortalesa no lugar I, q.e he o porto por onde se chega a ella, sobre a sua porta se le esta inscripção Reinando o Mt.o Alto, … Poderoso Rey de Portugal D. pedro 2º A. I. mandou a fazer esta fortaleza Rodrigo da Costa Governador e Cap.am G.l deste Estado do Brazil. A Fig.a aª mostra a faxada da Fortaleza pella parte da Marinha para onde tem o seu exercicio.

 
 

Informações

Vilhena, Luís dos Santos; Aleteia, Amador Verissimo de. Planta, e prospecto do Forte de S. Franco. Xavier da Barra, 1801.
BNDigital do Brasil
http://bdlb.bn.br/acervo/handle/123456789/35850
 
 
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

//]]>