Porto do Spirito Santo, no estado do Brasil (1630)
23/09/2017
Capitania do Spirito Santo (1631)
25/09/2017
 
[quads id="1"]
 
 

Este encontra-se no Reys-boek van het rijcke Brasilien. rio de la Plata ende Magallanes, Dae in te sien is: De ghelegentheydt van hare Landen ende Steden haren handel ende wandel met de Vruchten ende Cruchtbaerheyt der selver: Alles met copere platen uytghebeelt. Als oock De leste reyse van den Heer van Doort, met het veroveren van de Baeye De todos los , t’samen ghestelt door N. G. (ou, “Livro de viagem ao reino Brasileiro…”), do cartógrafo neerlandês Jan Canin. Ele pertence à John Carter Brown Library, nos Estados Unidos.

Este livro teria sido impresso por Ian Canin a pedido de Nicolas van Geelkerchen, cujo nome aparece abreviado na obra como “N.V.G”[1]. Geelkerchen (1585-) era um cartógrafo e gravador holandês especializado em mapas. Antes dessa etapa de sua carreira, foi também profissional de livros, escrevendo, ilustrando, traduzindo e publicando textos, notícias e mapas sobre as novidades do Novo Mundo[2]. Protestante, lamentou em suas obras a derrota do protestantismo na Alemanha durante a Guerra dos Trinta Anos (1618-1648), mas viu nas vitórias holandesas na motivo para comemorar e defender a predestinação protestante para o sucesso.

Daí teria surgido o Reys-Boeck, livro publicado em em que o autor não só contava as notícias sobre a conquista de Salvador, na Bahia, naquele mesmo ano, como também apresentava uma descrição da terra conquistada nos mapas que acompanharam a obra. O website Archive of Early American Images, da Biblioteca John Carter Brown (pertencente à Brown University nos Estados Unidos), apresenta a seguinte descrição:

Mapa da costa leste do com o norte para a direita. Elementos cartográficos incluem escala, rosa dos ventos, graus de latitude e longitude, nomes de rios e assentamentos. Inclui peixes e barcos. Inclui inserções de vistas aéreas [vistas de pássaro] do Espiritu Santo e mapa da Baya de todos los Santos no atual estado da Bahia. Cartucho inclui pães de açúcar e homem nativo Americano segurando remo e vestindo cocar e saia de penas. Inclui também soldados e grupo de mulas próximo a [3].

A imagem difere do que encontramos nos mapas portugueses do , entre os quais não há perspectivas, ou vistas de cidades. Nestor Goulart Reis afirma que “a estampa sobre Vitória obedece aos mesmos padrões [da estampa de São Vicente], com um esquema geográfico muito sumário”[4]. Esses padrões seriam: desenho esquemático, com alguns equívocos, posições das vilas e fortes pouco claras, com linhas de arquitetura gótica, com alguns elementos representados na margem errada do . O autor ainda faz algumas observações:

No desenho aparecem duas torres de igrejas. A mais afastada poderia ser a do Colégio dos jesuítas [Colégio de Santiago] e a mais próxima a da Matriz [de ]. Ao fundo, sobre uma colina, o que seria então a pequena igreja dos frades franciscanos [Convento de São Francisco]. As casas são apresentadas como se fizessem frente para a praia, à margem do canal. De fato, situavam-se então na borda da Cidade Alta, no mesmo nível das demais. Nesse caso, o que parece ser a frente das casas, voltadas para o canal, seria de fato seu fundo, na parte alta[5].

Os topônimos presentes no mapa são:

  1. Espiritu Santo
  2. Fortaleza
  3. rio de Espiritu Santo

 

Este mapa é um pequeno quadro de um mapa do Brasil, que pode ser visto abaixo:

 
 

Informações

Brasilia. – [Ca 1624]. – 1 mapa. imp., papel ; 20,5x31,1 cm, em folha de 21,5x33 cm. In: Reys-boek van het rijcke Brasilien. rio de la Plata ende Magallanes, Dae in te sien is: De ghelegentheydt van hare Landen ende Steden haren handel ende wandel met de Vruchten ende Cruchtbaerheyt der selver: Alles met copere platen uytghebeelt. Als oock De leste reyse van den Heer van Doort, met het veroveren van de Baeye De todos los Santos, t’samen ghestelt door N. G. – [ca. 1624]. – Jan Canin. – Pert.: John Carter Brown Library, Estados Unidos.
[1] Reis, 2001, p.370.
[2] Raymond, J.; Moxham, N. (eds.) (2016). News networks in early Modern Europe. Leiden; Boston: Brill, p.353.
[3] John Carter Library. Archive of Early American Images. Acesso em:  16/01/2014, Disponível em: http://jcb.lunaimaging.com/luna/servlet/detail/JCB~1~1~3894~6130002:Brasilia-
[4] Reis, 2001, p.355.
[5] Ibid.

Analisado em: As representações cartográficas da Capitania do Espírito Santo no século XVII, de Fabio Paiva Reis.
John Carter Brown Library, Estados Unidos,
Catálogo online: http://jcb.lunaimaging.com/luna/servlet/detail/JCB~1~1~3894~6130002:Brasilia-
 
 
[quads id="2"]
 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto:
//]]>