29/04/1662: Carta para a Câmara da Villa do Espirito Santo acerca dos 4 milhões, e dote da Senhora Infante

12/05/1663: Carta para os Officiaes da Camara da Capitania do Espirito Santo, acerca do seu excesso e posse que hão de dar ao Capitão-mor José Lopes
02/08/2018
03/06/1662: Carta para os officiaes da Câmara da Capitania do Espirito Santo acerca do Capitão-mor que vae provido nella
09/08/2018
 

Ao Capitão-mor dessa Capitania envio duas copias de carta de Sua Magestade e uma Provisão, que lhe ordeno mostre a Vossas Mercês quando este lhe dê esta.

De umas e outras ficarão Vossas Mercês entendendo o que Sua Magestade é servido lhe contribuam os Vassallos deste Estado para o dote da Senhora Infanta Rainha da Gram Bretanha [Grã Bretanha], e justificação da paz de Hollanda. E o modo com que nesta praça se assentou este negocio. A essa imitação ordeno se elejam pessoas nessa Capitania, que arbitrem o meio. Parece o mais effectivo, e mais suave ser a metade em assucar, e a metade em páo Brasil, por ser mais fácil de conduzir a esta praça, cujas quebras dos 80$ cruzados que lhe tocam estão applicados os 1$ cruzados, que cabem a essa Capitania; mas será sempre o melhor, o que for menos molesto ao povo e mais substancial no intento. Não encommendo a Vossas Mercês o effeito delles. por que todo o encarecimento feito a tão bons Vassallos, como os dessa Capitania em matéria do serviço de Sua Magestade, e credito de sua Nação é offender as obrigações de sua lealdade. E por esta razão espero só que as experiências. me dêm grande occasião de representar a Sua Magestade seu merecimento para que logrem as honras e mercês que sua Real grandeza lhes segura.

Guarde Deus a Vossas Mercês. Bahia e Abril 29 de 1662.

Francisco Barreto.

 
 
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

//]]>