23/07/1714: Carta que se escreveu ao Capitão-mor da Capitania do Espírito Santo

17/05/1714: Provisão concedida a José da Costa Silva, da serventia do ofício de Ouvidor da Capitania do Espírito Santo
12/06/2016
29/09/1714: Provisão da serventia do cargo de Provedor das Fazendas dos Defuntos, e Ausentes da Capitania do Espírito Santo provido em Carlos Gomes de Bulhões
12/06/2016
Exibir tudo

23/07/1714: Carta que se escreveu ao Capitão-mor da Capitania do Espírito Santo

 
[quads id="1"]
 
 

Meu antecessor me mostrou a carta que Vossa Mercê lhe escreveu quanto á conta que nela lhe dá de não poder executar prontamente as ordens em virtude das de El-Rei meu Senhor se lhe teem passado deste Governo Geral sobre evitar por todos os meios possíveis que nessa Capitania se não faça o menor descobrimento de minas de ouro, por ser assim conveniente ao serviço do mesmo Senhor; novamente encarrego a Vossa Mercê esta diligência advertindo-lhe que se lhe há de dar em culpa, qualquer omissão que nela haja: e se houver quem contra as ditas ordens intente fazer o menor descobrimento Vossa Mercê, o prenda e remeta com toda a segurança a esta cidade, dando-me muito particular conta de tudo o que houver sobre esta matéria: com esta vai a cópia do edital que Vossa Mercê mandará publicar nessa Capitania e Registar nos livros das Câmaras das Vilas dela e o fará observar inviolavelmente.

O Capitão Engenheiro desta praça há de passar brevemente por ordem de El-Rei meu Senhor a essa Capitania a fazer as plantas da fortificação de que necessita para a sua defesa e da Capela-mor da da Vila da Conceição. Com ele manderei remeter as peças de Artilharia de maior calibre e munição competente que Vossa Mercê tem pedido. Deus guarde a Vossa Mercê. Baía e julho 23 de .

 
 
DOCUMENTOS Históricos. Correspondencia dos Governadores Gerais. 1712-1716. Vol XLII. Rio de janeiro: Biblioteca Nacional. 1938, p.205.
Acervo Biblioteca Nacional
Não há.
 
 
[quads id="2"]
 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto:
//]]>