16/04/1660: Carta de Sua Majestade acerca da morte do Capitão-mor da Capitania do Espírito Santo João de Almeida Rios

14/10/1655: Registro de um Alvará por que o Conde de Athogaia Governador e Capitão Geral deste Estado manda pagar ao Capitão, Manoel de Almeida do Canto na Capitania do Espirito Santo o que constar que tem vencido de seus soldos na forma das Ordens de Sua Majestade
27/02/2016
04/06/1662: Portaria que se passou ao Thesoureiro do papel sellado, para a distribuição pelas Capitanias
27/02/2016
 

, Governador amigo. Eu El-Rei vos envio muito saudar. Havendo mandando ver uma petição de queixa que aqui se me fez por parte de Dona Vicencia da Silva, viúva do Capitão e de seu irmão Francisco Fernandes Rios em que referem a morte violenta com um bocamarte que seu deu ao dito seu marido e irmão sem ter lugar de se confessar, estando servindo de Capitão da e saindo do colégio dos religiosos da Companhia e isto por haver mandado prender por vossa, ordem a Diogo Garcia de Aranzedo e a , e querer fazer o mesmo em outros que se ausentaram por serem todos cabeça de motim e não quererem dar cumprimento ao que lhes ordenou de vossa parte, os quais para o dito efeito induziram a um serralheiro que foi o que lhe atirou e estava banido pela Relação da Bahia, tendo-o para isso escondido em suas fazendas; e porque o caso foi mui escandaloso e convem castigar-se com toda a demonstração de justiça, vos quis encomendar muito e mandar como por esta faço, que façais logo ver e sentenciar as Devassas que sobre êle se têm tirado, ordenando que se faça justiça em um caso e se sentencie conforme a ela, mas que se não publique nem execute sentença sem me avisardes e dardes primeiro conta disso com a cópia da mesma sentença para a mandar ver e me ser tudo presente por ser o caso digno de exemplar castigo. Escrita em Lisboa a dezesseis de Abril de mil seiscentos e sessenta. Rainha. O Conde de Odemira. Para o Governador do Brasil. Primeira via. .

 
 
 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto:
//]]>