24/11/2016

Memórias para servir à historia até ao anno de 1817, e breve noticia estatística da Cap Espirito Santo, de Francisco Alberto Rubim (1840)

  Até o advento da República, o único governador do Espírito Santo, digno de benemerência, foi Francisco Alberto Rubim, capitão de mar e guerra, com relevantes serviços prestados à Marinha nos mares da Ásia e África. Homem de princípios sadios, esposou o mandato com interesse, energia, inteligência e sentimento humano. Intolerante às críticas, praticou certas violências muito à feição dos militares em cargo civil. O Padre Marcelino Duarte, em poemeto famoso, castiga-o com acrimônia, embora […]
//]]>