04/12/2015

08/03/1553: Mandados para Pero de Pina que desse ao Espinoza, e Megera Castelhano e outrossim para Francisco de Oliveira

Versão 1: A oito de Março de mil quinhentos, e cinquenta, e três [1553] passou o Provedor-mor dois mandados para Pero de Pina Feitor da Capitania de Porto Seguro, que desse ao Espinoza, e Megera Castelhano na dita Capitania morador todo o resgate, que houvesse mister para ir pelo Sertão a descobrir por mandado do Governador Thomé de Souza; e bem assim outro para Francisco de Oliveira Feitor, e Almoxarife do Espírito Santo, que da […]
04/12/2015

10/03/1553: Provisão para ver quão desprovidos estavam os Engenhos das Capitanias do Espírito Santo, Porto Seguro e Ilhéus

Versão 1: A dez de Março de mil quinhentos, e cinquenta, e três [1553] passou o Provedor-mor Antonio Cardoso de Barros uma sua Provisão por que fazia a saber aos Provedores da Fazenda do dito Senhor das Capitanias do Espirito Santo, e Porto Seguro, e dos Ilhéus, que pior ele ver quão desprovidos estavam os Engenhos das ditas Capitanias da artilharia necessária para sua defensa, como Sua Alteza mandava, lhe mandava a todos em geral, […]
10/11/2016

02/08/1551: Carta* que o padre Antônio Pires** escreveu do Brasil, da Capitania de Pernambuco, aos irmãos da Companhia

Padre Nobrega e Navarro. — Vicente Rodrigues. — Salvador Rodrigues. — Morte do indio D. João. •— Egreja para os convertidos. — O indio Simão. — Feiticeiros. — Execução de dois índios velhos. —’ Casa da Bahia. — Casamento de escravos. — Francisco Pires. — Affonso Braz [Afonso Brás]. — Simão Gonçalves . — Leonardo Nunes. — Diogo Jacome. — Manoel de Paiva. — Viagem a Pernambuco. — Estado da terra. — Falta de officiaes. […]
20/10/2017

01/06/1553: Carta de Tome de Sousa

Senhor—Eu chegei a esta cidade do Sallvador de correr a costa como tinha esprito a V. A. no primeiro de mayo deste presente ano e achey aquy Manuel da Fonsequa em húa naveta em que trouxera fazenda e dinheiro pera esta cidade e achegou aquy bêe he a bom recado como llarguamente per elle tenho escrito a V. A. por que o despedy lloguo a yr tomar cargua a Pernambuco por me asy parecer bêe […]
//]]>