29/07/2016

26/09/1545: Carta de Ambrósio de Meira para El-Rei. — Capitania do Espírito Santo

Diz que veio à Capitania de Vasco Fernandes Coutinho, no Brasil, com Diogo Ribeiro, para a arrecadação dos dízimos reais. Ribeiro morreu em 16 de Fevereiro daquele ano ; Meira tomou posse de feitor e almoxarife, por não haver na terra outro oficial, e pediu escrivão ao ouvidor, por não haver capitão na terra. Como feitor, fez o arrendamento do dízimo do assucar á la mala, isto é, em massa, até Janeiro a 1546, a […]
30/07/2016

23/08/1608: Carta para El-rei, sobre a arribada à Baía do galeão de D. Constantino de Meneses, que ia para a índia ; sobre as aldêas do gentio, sobre o serviço dos engenhos, etc.

Senhor — Ontem que forão 17 deste me chegou auisò por hua carauella da bahia como era aly arribado hum galeão dosque hião para malaca chamado Spirito Santo, em que hia por capitão dom Constantino de Menezes o qual me escreueo a causa de sua arribada fora a falta de mantimentos e agoa, que por este respeito se lhe aleuantarão os homens do mar e o forçarão arribar da altura de 28 para 29 graos […]
30/07/2016

08/02/1609: Carta para El-rei, dando conta da chegada à Baía, do estado da terra, do apresto do galeão de D. Constantino de Menezes, para o que havia mandado de Pernambuco o sargento-mór Diogo de Campos Moreno, das providências tomadas para forçar o galeão a fazer-se à vela ; sobre as despesas feitas com o mesmo galeão, para as quais lançou mão do dinheiro da imposição na quantia de oito mil cruzados ; sobre Alexandre de Moura, que ficou em Pernambuco com o cuidado das cousas da Capitania ; sobre Sebastião de Carvalho, que dali veio em sua companhia e continuava com a devassa do pau-brasil ; sobre a naveta inglesa que entrou no Espírito Santo ; sobre remeter preso Sebastião Martins, pela devassa que se tirou dele e seu irmão, mestre e piloto da caravela, do que aconteceu às orfãs que trouxeram

Senhor. — Cheguei a esta cidade dia de nossa Snra. do O . 17 [aliás 18] de dez.° onde achei todos quietos e em paz, no particular do governo delia não auizo a V . M.de pella brevidade do tempo para o poder fazer como conuem mas pellas primeiras caravelas que partirem o farei. De Pernãobuquo [Pernambuco] tinha mandado o sargento mor Diogo de Campos pera me ter prestes o necessário ao galeão que a […]
//]]>