08/11/2015

Cultura e Opulência do Brasil, de André João Antonil (1711)

Fragmento da Terceira Parte, Capítulo II, intitulado Das minas de ouro, que chamam gerais e dos descobridores delas (Antonil, 1982, pp. 75-76): HÁ POUCOS ANOS que se começaram a descobrir as minas gerais dos Cataguás, governando do Rio de Janeiro Artur de Sá; e o primeiro descobridor dizem que foi um mulato que tinha estado nas minas de Paranaguá e Curitiba. Este, indo ao sertão com uns paulistas a buscar índios, e chegando ao cerro […]
18/11/2015

Diario da navegação da armada que foi á terra do Brasil – em 1530 – sob a capitania-mor de Martim Affonso de Sousa, de Pero Lopes de Sousa

Fragmento relativo ao Espírito Santo no diário de Pero Lopes de Sousa (P. L. d. Sousa, 1839, pp. 22-25). Quartafeira vinte dias do mes d’abril pela menhãa me cheguei á nao capitaina ; e me disse o capitam J. que com o grande vento, que de noite ventara, lhe quebrara o masto do traquete , abaxo da gavia huma braça ; e que queria arribar á Bahia de todolos Santos; e a todos nos pareceo […]
16/08/2016

Província do Espírito Santo: sua descoberta, história cronológica, sinopse e estatística, de Basílio Carvalho Daemon (1879)

Em 1879, Basílio Daemon imprimia na tipografia d’O Espírito-Santense a sua obra de 513 páginas: “Província do Espírito Santo – sua descoberta, história cronológica, sinópsis e estatística”. Nas primeiras páginas vinha colado um retrato seu, ao natural e impressa a dedicatória do livro a Sua Majestade, o Imperador. Esse livro que Afonso Cláudio classificou de “crônica ao gosto quinhentista”, lamentando que o autor não tenha se orientado pelas normas do alemão Creuser e estendido as […]
11/10/2016

As Incríveis Aventuras e Estranhos Infortúnios de Anthony Knivet (1625)

Os fragmentos abaixo foram retirados da edição de 2008 da Editora Jorge Zahar. O texto completo, que pode ser visto abaixo, foi publicado em 1878 pela Revista de Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro. Fragmento do Capítulo 1, intitulado O que aconteceu em sua viagem para os estreitos e depois, até ser aprisionado pelos portugueses: O capitão-mor então achou melhor partir rumo à ilha de São Sebastião e, se lá não encontrasse nenhum dos outros navios, […]
11/10/2016

The last voyage of the worshipful M. Thomas Cavendish (1625)

Trecho da obra relativo ao Espírito Santo, em tradução de Jean Marcel Carvalho França: Havia um português a bordo que dizia ser piloto. Ele procurou-me e jurou, pela sua vida, que poderia conduzir meus dois navios pela barra do Espírito Santo, um lugar realmente importante, o melhor ponto do Brasil para obtermos víveres e outras coisas de que tínhamos necessidade, assegurava. Eu estava ciente de que, se colocasse os meus navios em posição de disparar […]
14/10/2016

The observations of sir Richard Hawkins Knights in his voyage into the South Sea (1622)

À medida que nos aproximávamos da costa do Brasil, o vento começou a virar para o lado leste e, em meados de outubro, passou a soprar forte e a nosso favor. Por volta de 18 de outubro, estávamos em frente ao cabo de Santo Agostinho, situado a 6 graus ao sul da linha. A 21 de outubro alcançamos a altura de Pernambuco, mas a 80 léguas da costa. A 24, passamos à altura da Baía […]
//]]>