Saiba mais sobre o projeto do Spirito Sancto aprovado no Funcultura 2016, da Secult-ES

01/09/1868: Relatório com que o Exm. Sr. Dr. José Maria do Valle Junior entregou a presidência da Província do Espírito Santo no dia 1º de setembro de 1868 ao Exm. Sr. Dr. Luiz Antonio Fernandes Pinheiro
09/12/2016
Tese de doutorado sobre cartografia histórica do Espírito Santo será defendida na Universidade do Minho
10/02/2017
Exibir tudo

Saiba mais sobre o projeto do Spirito Sancto aprovado no Funcultura 2016, da Secult-ES

 

Como divulgamos recentemente em nossa página no Facebook, o foi selecionado no edital de do Funcultura 2016, da Secretaria de Cultura do Estado do . Assista ao vídeo e leia mais detalhes abaixo!

Sobre o Projeto de Educação Patrimonial

O projeto do Spirito Sancto selecionado no Funcultura 2016, da Secretaria de Cultura do Estado do Espírito Santo, tem como objetivo digitalizar, em alta qualidade, 60 documentos cartográficos e aproximadamente 200 textuais do período colonial do estado.

O acervo cartográfico já identificado encontra-se nos seguintes locais: Biblioteca Nacional do Brasil, Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, Mapoteca do Ministério das Relações Exteriores, Biblioteca Nacional de Portugal, Torre do Tombo, Biblioteca Nacional da Espanha e Real Academia de História da Espanha.

Ao digitalizá-los, transcrevê-los e disponibilizá-los em um único lugar, este projeto facilitará o acesso do público, que contará com documentos pesquisáveis, copiáveis, categorizados e com palavras-chave.

A contrapartida: apresentações sobre cartografia história do Espírito Santo

A principal contrapartida do projeto é levar ao público o conhecimento desse acervo, através de workshops, seminários e palestras.

Isso será feito a partir de apresentações sobre os mapas históricos do Espírito Santo, com o intuito de divulga-los, estuda-los e analisa-los conjuntamente, promovendo maior conhecimento sobre o estado e contribuindo para a valorização de nossa história.

Apesar de ainda não haver apresentações marcadas, elas deverão acontecer em instituições de ensino, bibliotecas e arquivos do estado. Abertas ao público geral, essas palestras serão acompanhadas de cartilha explicativa, que permitirá que o espectador entenda a importância do acervo e aprenda a estudar e utilizar esses mapas como fontes históricas.

Está interessado? Entre em contato!

Se você tem interesse em participar das apresentações ou de nos convidar para realizar uma apresentação em uma instituição, entre em contato e siga-nos no Facebook para ficar sabendo das novidades!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

//]]>